Convivendo com o incompreensível

0
346

A tolerância e a paciência são duas virtudes importantes, que devem encabeçar a lista das qualidades pessoais de qualquer ser humano. Mas, quando falamos de empreendedores de Marketing de Rede, elas deixam de ser apenas importantes e se tornam fundamentais, decisivas para o seu sucesso nesta indústria.

É comum ver profissionais de Marketing de Rede (especialmente aqueles que já ocupam níveis Top) não conseguirem controlar a arrogância no trato com novos prospectos, que ainda não vislumbraram o potencial deste negócio e que inadvertidamente assumem a precipitada postura de críticos e sabichões, donos da verdade (é claro que esses casos exigem mesmo uma dose cavalar de paciência e tolerância). Quem nunca protagonizou um episódio semelhante, que atire a primeira pedra. Vez ou outra, eu mesmo tenho que recorrer àquela velha tática de contar até dez, para não perder a linha, nem o bom senso!

Antes de criticar a “galera” que ainda labuta e patina no mercado tradicional, temos que aprender a conhecer as características que norteiam o perfil dos seres humanos, características naturais comuns a todos nós. Quando adquirimos este conhecimento, a maturidade e a sabedoria sorrateiramente invadem nossa alma, transformam-nos e nos elevam a seres melhores. “Envelhecemos” décadas em frações de segundo: isso é mágico e gratificante!

Saber lidar com situações adversas neste mercado determina o nível de progresso, não apenas profissional, mas pessoal, que eleva uma existência mediana e modesta para uma outra bem mais significativa, produtiva e brilhante (como um diamante que se transforma quando lapidado). Uma vez transformados, estes seres, agora iluminados, podem interferir favoravelmente no meio em que vivem, iluminando a existência de outras incontáveis vidas ao seu redor.

Há de se compreender que diante do novo, do desconhecido, as pessoas relutam e tendem a reagir com cautela, receio e até desdém, que culmina num vilão chamado “resistência”. Muitas vezes, isto acaba por vedar-lhes os olhos, impedindo que vislumbrem um futuro mais próspero por trás de uma oportunidade sob medida aos seus anseios e necessidades. É preciso compreender que o temor controlado é necessário e saudável, mas que em excesso é nocivo como uma erva daninha, que neutraliza e paralisa sua vítima.

Em função de vários fatores, existe no mundo um número muito maior de pessoas comuns, uma espécie de padrão humano que constitui a grande massa da população. Pessoas presas a uma rotina que as remete a uma existência quase vegetativa, por conta de uma educação que poderíamos denominar de “anti-empreendedora”. Um conceito de criação e educação que lhes harmoniza com a submissão, com uma atividade cuja realidade se limita em receber e obedecer ordens, sem questionar.

Há pessoas que trabalham a vida toda apertando um parafuso numa linha de produção, sem nunca descobrir o porquê desta tarefa. Não sabem que nenhuma ideia é tão boa que não possa ser melhorada.

O meio em que vivemos é habitado tanto por pessoas comuns, como raras. A mediocridade e a genialidade sempre caminharam juntas, e é preciso saber conviver com essas diferenças numa atmosfera pacífica e amigável. A tendência natural do ser humano é rejeitar ou hostilizar aquilo que não compreende.

Portanto, a moeda tem duas faces! Se, de um lado, o profissional de Multinível precisa de paciência e tolerância para lidar com os céticos e críticos, do outro, estes, por sua vez, precisam também da mesma dose de sabedoria e discernimento para investigar melhor a oportunidade do Marketing de Rede, antes de desprezá-la, posicionando-se contra. Ambos têm um paradigma em comum, que precisa ser rompido e superado. Basta querer!

COMPARTILHE
Rogério Verinaud
Publicitário e Empreendedor Líder de Marketing Multinível.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui